Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Objetivos
Início do conteúdo da página

Objetivos

Publicado: Sexta, 24 de Março de 2017, 18h48 | Última atualização em Quarta, 03 de Maio de 2017, 19h40 | Acessos: 254

Os objetivos do Instituto de Estudos Costeiros são:

I. Pesquisar os ecossistemas estuarinos, costeiros e do manguezal de modo a produzir uma base científica que possibilite a compreensão do seu funcionamento, da interação entre os seus componentes e a utilização racional dos seus recursos;
II. Caracterizar a estrutura e composição de espécies da comunidade do manguezal, a identificação; de espécies-chave e a compreensão do seu significado do ponto de vista ecológico e econômico;
III. Quantificar a biomassa e a produção primária das principais comunidades comunidades terrestres e aquáticas;
IV. Investigar as comunidades iícticas ao longo dos canais de maré em relação aos gradientes de salinidade, assim como o recrutamento das espécies mais importantes cientifica e economicamente;
V. Avaliar o significado das comunidades planctônicas, a composição de espécies, a biomassa na produtividade geral do sistema;
VI. Investigar o crescimento, as estratégias de reprodução e a ecologia dos macroinvertebrados (caranguejos e moluscos) de importância econômica para fins de exploração sustentável;
VII. Realizar estudos químicos detalhados sobre a origem e o destino das substâncias orgânicas do ecossistema do manguezal;
VIII. Manejar os recursos aquáticos para a produção sustentável e contínua de bens e serviços;
IX. Caracterizar os ecossistemas aquáticos amazônicos para permitir o uso tecnológico racional e integrado dos mesmos;
X. Promover o desenvolvimento sustentável da aqüicultura regional com base na ecologia de ecossistemas aquáticos amazônicos, minimizando os impactos ambientais decorrentes desta atividade;
XI. Promover o aproveitamento integral do pescado através da agregação de valor aos produtos pesqueiros;
XII. Contribuir para a gestão e ordenamento pesqueiro regional através da investigação pesqueira;
XIII. Empregar tecnologias sustentáveis para localização e captura de recursos pesqueiros;
XIV. Contribuir com ações integradas e participativas para o desenvolvimento das comunidades pesqueiras;
XV. Manter programas sistemáticos de eventos acadêmicos e científicos sobre as questões dos ecossistemas costeiros, estuarinos e dos manguezais;
XVI. Promover estudos que possibilitem a abordagem nas disciplinas dos cursos de graduação objetos de investigação do IECOS;
XVII. Formular políticas Institucionais e estabelecer estratégias de forma integrada com a comunidade de modo a considerar as experiências e conhecimentos dos usuários locais (pescadores, pequenos agricultores e trabalhadores manuais), para se chegar em conjunto, a um manejo útil para um futuro aproveitamento sustentável da floresta de manguezal de Bragança e dos recursos pesqueiros que direta ou indiretamente dependem do mangue;
XVIII. Estimular e desenvolver projetos interdisciplinares de pesquisa e extensão no âmbito da UFPA;
XIX. Promover a formação e a capacitação de recursos humanos, em nível graduação e pós-graduação, que possibilitem o desenvolvimento da competência científica para o ensino a pesquisa e a extensão universitária;
XX. Manter permanente intercâmbio com as demais unidades da UFPA, e com entidades nacionais e internacionais para a viabilização dos objetivos propostos.

Fim do conteúdo da página