menu de acessibilidade
TAMANHO DA FONTE

Serviços do Telessaúde UFPA garantem melhoria no atendimento à população

"Telessaude

Os serviços prestados pelo Telessaúde UFPA estão melhorando a qualidade dos atendimentos em saúde da população nos municípios paraenses que já aderiram ao programa. Atualmente, são ofertados os serviços de Teleconsultoria, Teledermatologia, Tele-ECG e Tele-Educação, com a realização de webconferências para qualificação profissional na área da saúde. Voltados para médicos(as), enfermeiras(os) e profissionais da saúde atuantes na Atenção Primária à Saúde no Estado do Pará, todos esses serviços podem ser acessados por meio do site Telessaude.ufpa.br.

De janeiro a 31 de maio deste ano, foram emitidos 503 laudos de tele-ECGs, 232 teleconsultorias e nove teledermatogias. Os municípios marajoaras de Ponta de Pedras e Bagre são os que mais têm usado os serviços, pois já possuem convênio com o programa. O resultado tem sido apontado como positivo pelos gestores de saúde dos dois municípios.

A secretária municipal de Saúde de Ponta de Pedras, Indira Oliveira de Sousa, destaca que o Telessaúde UFPA tem sido “uma importante ferramenta de expansão dos atendimentos de saúde ofertados à população local”. “Percebemos que os usuários do SUS estão mais felizes e satisfeitos, pois reduziram os gastos com passagens e tempo de espera no atendimento que, por vezes, levavam meses tentando a demanda referenciada para Belém”, avalia a secretária, que comemora o resultado alcançado até o momento, com a redução de barreiras e dificuldades não só sociais, mas também econômicas e culturais.

"Telessaude“Antes do Telessaúde UFPA, as filas de espera eram bem acentuadas. O programa ajudou a diluir tais filas. Os gastos da população também reduziram, pois era muito caro ter que ir para Belém para fazer um tratamento, devido à necessidade de se gastar com locomoção, hospedagem e alimentação. Muitas vezes, o paciente deixava de comparecer à consulta por não ter como se manter em Belém. As filas de espera eram enormes, tinham exames que demoravam meses e até mesmo ano para serem liberados”, conta Indira Sousa. 

No município de Bagre, a melhoria da qualidade dos atendimentos de saúde, após o convênio com o Telessaúde UFPA, também já foi reconhecida pela gestão municipal de saúde e também pela população local. O secretário municipal de Saúde de Bagre, Paulo Ronaldo Rodrigues de Souza, destaca os benefícios conquistados com os serviços para o fechamento de diagnósticos das patologias que acometem os munícipes. 

“Levando em consideração que a nossa região é de difícil acesso a médicos especialistas em cardiologia e outros e a situação atual da nossa internet em nosso município, sem dúvida nenhuma essa parceria veio ajudar muito no diagnóstico de nossos pacientes”, comenta o gestor. 

"TelessaudeDe acordo com Paulo Rodrigues, a demanda por eletrocardiograma quase zerou no município. “Hoje, temos laudos de eletrocardiograma de primeiríssima qualidade e rapidez no resultado. Nós tínhamos uma demanda reprimida muito grande de eletro e conseguimos baixar para quase zero. E foi o Telessaúde UFPA a ferramenta que garantiu melhorias nos atendimentos dos nossos usuários”, ressalta o secretário.

Antes da parceria com o Telessaúde, segundo Paulo Rodrigues, o município de Bagre dispunha apenas de uma prestação de serviços do estado, por meio do Hospital Regional de Breves, que disponibilizava 40 vagas de eletrocardiograma por mês. Em um município com cerca de 30 mil habitantes, esse quantitativo de atendimento mensal era insuficiente e gerava uma demanda reprimida muito grande. Com isso, segundo o gestor, os custos do município e do próprio paciente eram muito grandes. 

“A Secretria marcava o eletrocardiograma para o paciente e nós liberávamos as passagens, ida e volta. E quando o paciente era idoso, nós liberávamos também a passagem do acompanhante, o que gerava uma despesa alta com passagens. Nós tínhamos que garantir a passagem para o paciente não perder o exame. Mas, mesmo assim, ainda tinha uma longa espera de 7 a 10 dias para o paciente receber o resultado do exame do Hospital Regional de Breves. Isso também dificultava para o paciente trazer o resultado para o médico para ele fazer o diagnóstico”, lembra Paulo Rodrigues, que completa: “hoje, com o Telessaúde UFPA, não existe mais essa espera porque se tem o laudo com muita rapidez e sem precisar que o paciente saia do município. Com esse serviço, nós economizamos com passagens e os pacientes não precisam mais gastar tempo com deslocamento para Breves. O programa soma muito com a nossa rede de saúde porque diminuiu a nossa demanda, diminuiu o tempo dos resultados dos exames e diminuiu o recurso que a gente gastava com passagens para os pacientes”.

Texto e fotos: Comunicação Telessaúde UFPA

Leia também

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email
Print
Pular para o conteúdo